FacebookTwitter
Visitas96829

O segredo

I. QUALIDADE
Após um exaustivo processo de selecção das matérias primas, porcos ibéricos de primeira qualidade, procede-se ao seu sacrificio en matadouros homologados. Só as peças nobres -presuntos, presuntos da frente e carnes- são levadas às nossas instalações, pelos nossos veículos, para se dar inicio ao processo de transformação. Decorrido o tempo necessário de estadia em sal e dependendo do seu peso, serão lavados e limpos do sal, independentemente do dia da semana, época ou festividade.
 
II. DEDICAÇÃO
A sua apariência inicial é conseguida de forma manual, uma vez que esta é perdida no processo de salgadura. Este processo esta a cair em desuso noutras industrias, embora contribua de uma forma muito favorável para a apariência final do produto. As peças são tratadas de uma forma individual, uma por uma, cuidadosamente e de forma artesanal.
 
III. MIMO 
Seguidamente passarão à primeira fase de secagem, a temperatura e a humidade são controladas para os preservar das adversidades climatéricas, en secadores artificiais. Este processo tem uma duração aproximada de 60 dias, equivalente a 8% do tempo total necessário para a cura do presunto.O resto do tempo, o 92% de cura natural, será passado em secadores totalmente naturais, suportando o calor do verão e o frío do inverno até que a carne adquira a textura e bouquet adecuado.
 
IV. CURA NATURAL 
Embora a explicação seja breve, o trabalho necessário para o perfeito controlo das peças, consegue-se com o seu constante movimento e observação, que se realiza regularmente, com o consequente esforço humano.
 
V. PACIÊNCIA 
Com paciência, trabalho e espera conseguimos levar aos nossos consumidores um produto incomparável. 
 
Por último os nossos enchidos nobres, de primeira qualidade, são fruto de uma herencia tradicional, basiada no bom tempero e numa lenta e natural cura.